18 de março de 2011

Vovó

Hoje lembrei, com nostalgia, do tempo em que as avós tinham no rosto as marcas da velhice e a sua beleza era toda estampada pelos anos.

Me recordo de como era gostoso passear pelo bairro, de mãos dadas, com a vó Sinobu. Não trocávamos uma palavra, mas o silêncio da sua presença me bastava. As vezes sentávamos no quarto e ela cantava os hinos da biblía para mim. Aquele momento representava muito mais do que uma experiência religiosa. O sagrado estava na nossa comunhão, na comida gostosa e na admiração.

Lembrei também das vezes que ia ao sítio visitar a Vó Onélia. De manhã eu tomava o leite quentinho, recém tirado da vaca, e comia os pães caseiros que só ela sabia fazer.
Toda noite, antes de dormir, eu pedia a "bença" só para ouvir um "Deus te abençoe, minha filha", sentir o seu dedo àspero na minha testa fazendo o sinal da cruz e depois receber um beijo de boa noite.

Outro dia escutei de uma pessoa que estava grávida, que a sua mãe não queria que o neto lhe chamasse de avó. Achei triste essa senhora privar, por vaidade e medo de envelhecer, a criança do gosto de falar "vovó".
A palavra vovó desprende dela diversos significados. Vovó é a figura estampada na Dona Benta do Sítio do Picapau Amarelo. É aquela criatura de cabelinhos brancos, dotada de sabedoria e contadora de histórias. Vovó é a sua cúmplice "nos crimes". É aquela que te dá doce antes do almoço, que deixa você dormir tarde e te defende dos seus pais. A vovó sempre faz a sua comida preferida e manda você repetir até não aguentar mais. Vovó é aquela velhinha que faz você ter vontade de envelhecer igual.

5 comentários:

Sandrio cândido. disse...

raquel que tempo bom né.
beijos

Aha disse...

Ai que delicia amiga ...

Lauro disse...

Tava sentindo falta....bom retorno. t amo!

Thiago Giacomelli Bove disse...

É isso mesmo! obrigado por trazer a memoria as boas lembranças que tenho de minha vovó!

Celso kishimoto disse...

Quel, acabei de achar suas letras sobre a vovo. Que gostoso ler suas impressões e experiências - únicas - que você teve com ambas: vovo Sinobu e vovo Onelia. Alegria saber das lembranças que você guardou em seu coração de sua convivência com elas. Bj enorme. Tio Celso